Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo

Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo

A Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo (ESGHT) da Universidade do Algarve colocou nas duas últimas semanas 282 estudantes em estágio em empresas e instituições do Algarve, resto do país (incluindo Madeira e Açores), assim como na Espanha, Grécia, Holanda e Moçambique.

O estágio, com a duração mínima de dois meses e máximo de quatro faz parte da matriz da escola: nenhum aluno obtém o diploma de formação (Licenciatura ou de Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP), sem ter realizado esta formação em contexto de trabalho.

No estágio testam-se as competências obtidas durante o tempo de estudo e reforçam-se as denominadas soft-skills, como: relacionamento interpessoal, trabalho em equipa, cumprir horário/gestão do tempo, capacidade comunicativa, resolução de problemas, entre outras.

Cada estágio é acompanhado por um professor da escola (orientador) e por um elemento da organização recetora (supervisor). Além dos estágios obrigatórios, existem ainda os extracurriculares que são realizados por estudantes do 1º e 2º anos das licenciaturas. Com os estes (extracurriculares), os estudantes começam desde logo o treino em contexto de trabalho, podendo no final do curso acumular entre 6 a 8 meses em estágio, o que facilita a entrada no mercado de trabalho. Esta atitude é cultivada pela ESGHT no sentido de o aluno ir construindo o seu currículo. Nos TeSP o estágio é obrigatório no 2º ano e tem a duração de seis meses.

Estes 282 estágios repartem-se pelos seguintes setores/áreas de atividade: Turismo – 43,7% (hotelaria e similares, agências de viagens e transportes, parques temáticos e outros serviços turísticos); Serviços – 33,4% (gabinetes de contabilidade e consultadoria, setor público, banca e seguros, sistemas e tecnologias de informação; Comércio e indústria – 6,3%; outras atividades – 16,4%.

De referir ainda que, no seguimento do crescimento da atividade económica, nomeadamente no setor turístico, a ESGHT recebeu mais de 350 propostas de estágios vindas de empresas. Estas são colocadas ao dispor dos estudantes, que também podem apresentar as suas próprias propostas.

A Escola incentiva que a elaboração do plano de funções a desempenhar e o contacto com a empresa sejam desenvolvidos pelo estudante. No global, planear e gerir quase três centenas de estágios obrigam a uma logística complexa, mas que a ESGHT já incorpora como uma rotina e permitiu, ao longo dos anos, acumular uma base de dados com mais de 2 mil empresas/organizações.