Apresentação
A emergência das novas tecnologias de informação e de novos conceitos estão a mudar a nossa vida e a exigir funções especializadas, como a inteligência artificial e a análise de dados. A procura por novas competências está a aumentar de forma significativa, dado que as empresas procuram aproveitar as novas e emergentes tecnologias para atingir níveis mais elevados de eficiência, expandir-se para novos mercados e competir com novos produtos e serviços.


A importância económica do turismo, traduzida no valor crescente das exportações, de ano para ano, no volume de emprego que gera, e na diversidade dos setores de atividade económica que contribuem para o turismo, implica que o seu estudo e análise envolva o processamento de grandes volumes de dados.

Objetivos

O curso de Pós-Graduação em Pesquisa e Análise de Mercado para o Turismo está estruturado para fornecer aos participantes o conhecimento necessário para que possam utilizar as mais recentes tecnologias e metodologias para recolher e processar grandes volumes de dados sobre a atividade turística, por forma a:

  • Desenvolver novos serviços/produtos
  • Melhorar os serviços prestados
  • Enriquecer a experiência do turista
  • Desenvolver novas estratégias ou instrumentos de Marketing

 

logos PRR

Este curso, que integra o projeto “UAlg+Skills4All”, realiza-se no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Mais informação aqui.

Propinas e taxas 2022/2023

Candidatos nacionais: 1100€

Candidatos internacionais*: Não disponível

Taxa de candidatura: 50€

Taxa de inscrição e seguro escolar: 150€

Número de Bolsas: 7 (1ª edição 4 bolsas e 2ª edição 3 bolsas) (mais informação sobre Bolsas e Incentivos aqui)

Nota: A propina deste curso pode ser paga em 10 prestações, sendo a primeira no ato da matrícula e as restantes nos meses de outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho.

* de acordo com o Decreto-lei n.º36/2014, alterado pelo Decreto-Lei nº 62/2018, de 6 de agosto, são considerados estudantes internacionais os nacionais de um estado que não seja membro da União Europeia e que não residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior.

As candidaturas são efetuadas através de formulário online, que é disponibilizado no separador "Candidaturas".